Logo Assobrav

Tudo sobre o Rota 2030

Data 09/01/2018

Rota 2030 vem sendo prometido por governo e indústria como o programa que manterá benefícios e corrigirá deslizes do Inovar-AutoImagem: Fernando Donasci/UOL

Do UOL, em São Paulo SP
Entenda como será o regime automotivo que deve substituir o Inovar-Auto 
entre 2018 e 2032 

A indústria automotiva brasileira entrou em 2018 cercada por uma grande dúvida: afinal, o Rota 2030, regime automotivo que deveria substuir o Inovar-Auto, sai ou não sai? Discussões sobre o programa ocorrem desde meados do ano passado, e boa parte das diretrizes está definida.
O que falta, então? O governo "abrir a carteira", de forma direta. Se o MDIC Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior se mostra favorável a um programa de incentivos fiscais para fabricantes que alcançarem metas de eficiência energética e investimentos em Pesquisa e Desenvolvimento, a pasta da Fazenda bate o pé contra a renúncia de cerca de R$ 1,5 bilhão ao ano em impostos. Tudo porque estamos em tempos de contas públicas no vermelho.
Devido a esse imbróglio, o método de tributação dos carros brasileiros, nacionais e importados, segue sendo o maior mistério do Rota 2030, a ponto de levar o presidente da BMW no Brasil, Helder Boavida, a publicar em UOL Carros uma carta aberta alertando sobre os riscos que o país corre ao deixar de incentivar o setor. O restante já está praticamente acertado: o regime deve vigorar até 2032 e será dividido em três fases de cinco anos cada: de 2018 a 22; de 23 a 27; de 28 a 32.
Na primeira etapa o governo deve estabelecer uma meta de 12% de evolução em eficiência energética de nossos automóveis e comerciais leves para os próximos cinco anos, replicando o mesmo índice imposto pelo Inovar. Índice "mágico" da balança seria média de 1,62 MJ/km emitidos por carros de passeio, sendo peso médio próximo a 1.000 kg. Em outra frente o Contran Conselho Nacional de Trânsito tem publicado uma extensa lista de novas políticas, tipos de veículo e equipamentos de segurança a serem regulamentados até 2022.
Fabricantes e governos conseguirão dirimir os entraves que faltam? O que mais está sendo pensado para o Rota? Quais foram lições e legado deixados pelo regime antecessor? 


Fonte: UOL Carros

Esta notícia foi marcada em Mercado Automotivo


Veja também as últimas notícias

Compartilhe

Assobrav - Associação Brasileira de Distribuidores Volkswagen - Copyright © 2012 - Todos os direitos reservados
Av. José Maria Whitaker n° 603 - Mirandópolis - São Paulo - SP - CEP: 04057.900 - Fone: (11) - 5078.5400