9-X Air adianta novo conversível da Saab


do enviado especial a Paris

A Saab mostra no Salão de Paris o conceito 9-X Air, que adianta como poderão ser as linhas de seu próximo conversível. O modelo traz algumas peculiaridades na concepção de sua capota, entre elas a existência das colunas traseiras e o vidro posterior separado.

Os traços do 9-X Air seguem o estilo da marca sueca, que pertence ao à General Motors. Foi criado em parecia com os centros de estilo da GM Europa e da Saab. Pára-brisa, vidros laterais e as colunas traseiras se integram, conferindo ao modelo um visual interessante. De acordo com a empresa, suportam um peso de até 3.500 kg e assim dispensam o uso de santantônio.

O vidro traseiro faz as vezes de defletor aerodinâmico quando o teto de lona está aberto. Este se acomoda em um compartimento independente do porta-malas e tem estrutura em magnésio, para diminuir o peso. O acionamento do teto, contudo, é manual. No lugar dos espelhos retrovisores foram instaladas câmeras e as rodas de 21 polegadas usam pneus 245/35.

Seu painel projeta imagens digitais em três dimensões no lugar de mostradores convencionais. O 9-X Air tem sistema de alerta para mudança de faixa e a mesma câmera usada por ele monitora o detector de fontes luminosas. Durante a noite, quando o veículo se aproxima de outro na direção contrária, a luminosidade do farol é diminuída para evitar ofuscamento.

A propulsão do 9-X Air é híbrida. Há um motor de 1.4 litros com injeção direta e turbocompressor que funciona com gasolina ou a mistura E85 (85% de estanol e 15% de gasolina). Com o primeiro, rende 170 cv (cavalos) de potência, enquanto que com o segundo fornece 200 cv. O motor elétrico ajuda nas partidas, dá força extra nas acelerações e carrega as baterias de íons de lítio.

Fonte: Interpress Motor