Abrablin aposta no crescimento da blindagem


A Abrablin – Associação Brasileira de Blindagem estima que a instalação da proteção nos veículos deve registrar crescimento em 2010. Apesar de ainda não ser possível projetar o tamanho da expansão, o presidente da entidade Christian Conde afirma que o medo da violência urbana estimulará o setor.

Outro ponto que deve alavancar negócios no segmento é a expansão do serviço no País. “A blindagem automotiva será impulsionada pela descentralização na busca desse tipo de proteção, que antes acontecia quase só no eixo Rio – São Paulo”, esclarece Conde.

Em 2009 foram realizadas 6.926 blindagens no país, 56 a menos do que em 2008. A entidade comemora o resultado, diante da ocorrência da crise financeira internacional. A região responsável pelo maior volume foi São Paulo, com 65%, seguida do Rio de Janeiro, com 20%, Pernambuco (5%), Minas Gerais (3%), Pará e Espírito Santo (ambos com 1,5%).

A pesquisa realizada pela associação revela ainda que 67,5% dos usuários de blindagem são do sexo masculino e a maioria (22%) tem entre 40 e 49 anos. Os veículos mais blindados foram Corolla, Captiva, Freelander e Hilux.

Fonte: Automotive Business