Acionistas do Grupo Fiat Chrysler aprovam saída da Ferrari

  Fabricante de Maranello terá independência operacional e financeiraREDAÇÃO ABUma assembleia de acionistas da Fiat Chrysler Automobiles FCA realizada quinta-feira, 3, aprovou a separação da Ferrari do grupo, o que englobará todas as ações da companhia, que serão derivadas para uma nova empresa holandesa criada para esse fim. A informação foi divulgada pela agência EFE a partir de comunicado do Grupo FCA. “A assembleia aprovou uma cisão na qual a FCA transferirá todas as ações que possui na Ferrari para a FE Interim BV.” A companhia holandesa foi constituída recentemente e a mudança faz parte de uma série de operações para separar a participação da FCA da fabricante de esportivos de alto desempenho e distribuir suas ações entre os acionistas do grupo. O comunicado informa também que a A FCA prevê completar essas operações na primeira quinzena de janeiro. Sergio Marchionne, CEO mundial do grupo, recorda que desta forma a Ferrari poderá “seguir as próprias estratégias com mais independência operacional e financeira”. A Ferrari estreou em Wall Street em 21 de outubro e deve ser cotada também na Bolsa de Milão a partir de 4 de janeiro.
Fonte: Automotive Business