Argentina destina US$ 9 bilhões para evitar demissões no setor automotivo

Do Diário OnLine
Com AFP

O governo argentino anunciou neste sábado a concessão de 9 bilhões de dólares para financiar a compra de automóveis novos, com o objetivo de revigorar a demanda e frear a onda de demissões num dos setores mais afetados pela crise econômica mundial.

O plano financia a compra do primeiro automóvel novo e visa acrescentar cerca de 100 mil unidades à atual demanda, segundo informou a ministra da Produção, Débora Giorgi, ao fazer o anúncio na Casa Rosada.

“Buscamos impulsionar uma redistribuição de fundos para que deixem de se orientar para a especulação financeira e possam sustentar o nível de atividade econômica e a manutenção do emprego, num setor vital para a economia”, afirmou.

O plano compreende 12 modelos de carros populares, dois de cada uma das principais montadoras estabelecidas no país, por valores que não superam os 31.000 pesos (9.100 dólares) e com um financiamento de até 60 meses, a uma taxa cujo valor surgirá por licitação com base em 11% anual.

O anúncio também pretende proporcionar uma rede de segurança ao emprego de um setor que dá trabalho a 150 mil pessoas e exporta cerca de 8 bilhões de dólares anuais, quase 36% do total das vendas para o exterior de bens industriais.

Como contrapartida, os fabricantes se comprometeram em não realizar demissões depois da ocorrência de férias coletivas, reduções de horas extras e eliminação de turnos de trabalho que afetaram milhares de trabalhadores, segundo denúncias de fontes sindicais.

Fonte: Diário do Grande ABC