Argentina infla exportação brasileira

Para evitar aplicações em banco, argentinos compram carros brasileiros para proteger patrimônio

Foto: Divulgação

Os argentinos adotaram uma tática diferente para fugir da inflação: comprar carros brasileiros, informa o jornal O Estado de S.Paulo. Com altas taxas oficiais para aplicações em banco, o dinheiro não retorna e investir em bens de consumo ficou mais atraente. Comprar um carro brasileiro virou uma espécie de “poupança”, já que o retorno pode ser de até 60%. O reflexo disso é que as exportações de carros subiram 20% de janeiro a agosto, em relação a 2012.

É fácil comprar um automóvel brasileiro, graças a uma ajuda do governo argentino, já que muitos dos bancos oferecem taxas em torno de 25% ao ano no financiamento, abaixo da taxa extraoficial de inflação. Ou seja, é como se o governo subsidiasse a compra do veículo.

O pulo do gato está no preço do carro. As concessionárias são obrigadas por lei a usar a taxa oficial de câmbio, de 5,70 pesos por dólar, 60% abaixo do câmbio paralelo, que está em torno de 9,50 pesos.

Fonte: CarDriver