Aston Martin venderá Cygnet no Brasil em 2011

Aston Martin Cygnet                                                                                                                                                                 Compacto não sairá por menos de R$ 100 mil

Da redação

A principal novidade da Aston Martin para o Brasil não está de corpo presente no Salão. É que a montadora confirmou que venderá por aqui o Cygnet, seu compacto de luxo feito com base no Toyota IQ. As vendas, segundo Sergio Habib, diretor da SHC e representante oficial da marca no país, começam apenas em agosto e o carro não será vendido por menos do que R$ 100 mil. “É um carro pequeno, mas não será popular”, afirmou. Porém, o carro não estará presente na mostra.

Quem passar pela Aston Martin, irá curtir mesmo os modelos de alta potência. O maior exemplo deles é o DBS, um cupê capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 4,3 segundos graças, em boa parte, ao V12 de 510 cv. Com carroceria de fibra de carbono, ele foi escolhido para ser o carro do agente secreto James Bond no filme “Quantum of Solace”. Descendente direto do DBR9, modelo de corrida com muitas vitórias em seu histórico, o DBS conta com freios de cerâmica de carbono e suspensão de braços duplos que se adaptam praticamente a todas as situações de piso. Seu preço fica entre R$ 1,250 milhão e R$ 1,350 milhão (versão conversível).

Com motor V12 de 470 cv, o DB9 leva apenas 4,8 segundos para atingir os 100 km/h partindo da imobilidade. Sua capota elétrica leva 18 segundos para ser totalmente recolhida ou aberta. Por dentro, materiais nobres como madeira e metais estão por toda a parte. O valor começa em R$ 860 mil. Equipado com motor V12 de 6 litros, de 470 cv, o Rapide é outra vedete inglesa na mostra. A marca o classifica como um cupê de quatro portas, por conta dos traços esportivos da carroceria. O preço parte de R$ 960 mil.

Aston Martin DBSA Aston Martin exibe ainda o Vantage V8 nas versões cupê e conversível. Com as características linhas elegantes da marca, o modelo oferece 420 vavalos de potência a 7.300 rpm. Assim como todos os modelos da marca, o Vantage é produzido artesanalmente. Na versão conversível, o modelo tem valor fixado entre R$ 670 mil e R$ 720 mil. Apesar dos preços, a marca está indo bem para seu segmento – dos mais restritos. Do dia 3 de agosto até aqui, a marca já vendeu 25 automóveis, número que era esperado para os primeiros 12 meses de atividades da marca no País.

Fonte: Auto Esporte