Autopeças faturam 12,3% menos no acumulado do ano

 Vendas a montadoras caem 22,2%; mercado de reposição cresce 5,1%
REDAÇÃO AB
As vendas líquidas nominais do setor de autopeças no acumulado de janeiro a agosto foram 12,3% inferiores às registradas em iguais meses de 2014. O levantamento mensal foi feito pelo Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores Sindipeças com 64 empresas associadas, que representam 28,6% do faturamento total. Os negócios com montadoras, principal segmento de mercado, e intrassetoriais um fabricante de autopeças vendendo para outro caíram, respectivamente, 22,2% e 23%. As exportações cresceram 18,3% em reais. No entanto, se o valor for convertido em dólares, terão caído 12,2%. O segmento da reposição cresceu 5,1% no período.O emprego nacional no setor de autopeças recuou 11,5% nos oito meses em relação ao mesmo período do ano passado. No mês a mês ele se mantém em -11,7% ou abaixo disso desde abril. A capacidade ociosa cresceu 4,6 pontos porcentuais no mesmo período. Depois do pico de 39,6% registrado em julho, recuou para 39%.
Fonte: Automotive Business