Balança comercial de autopeças continua em baixa

Na abertura da Automec dia 13 o presidente do Sindipeças, Paulo Butori, admitiu à Gazeta Mercantil que o déficit na balança comercial de autopeças este ano pode ser superior ao de 2008, que atingiu US$ 2,538 bilhões (US$ 10,071 bilhões em exportações e US$ 12,609 bilhões em importações). No primeiro trimestre do ano o setor já acumula déficit de US$ 542 milhões, 16% maior que no mesmo período do ano passado (US$ 467 milhões), ao registrar importação de US$ 1,902 bilhão e exportação de US$ 1,360 bilhão.

“O setor de autopeças está numa situação muito delicada. Com a queda de 45% dos mercados na Europa, Estados Unidos e Japão as grandes multinacionais, que têm fábricas instaladas no Brasil, decidiram suspender as transações comerciais com as suas filiais brasileiras e isso ajudou a frear ainda mais as exportações”, afirmou à jornalista Sonia Moraes, destacando que com a crise mundial as montadoras estão priorizando comprar componentes nos mercados locais.

As vendas de autopeças brasileiras à Argentina caíram 42% de janeiro a março.

Fonte: Automotive Business