Beijing faz parceria para compra da Saab


A Beijing Auto fechou um acordo para assumir uma participação minoritária na Koenigsegg e ajudá-la a completar os recursos para compra da Saab.

Wang Dazon, diretor geral da Beijing Auto, disse ao Wall Street Journal, que a parceria terá inspiração no modelo adotado pela Renault e Nissan, que compartilham plataformas e tecnologias e obtêm sinergias na área de suprimentos.

Wang atuou duas décadas na GM e entrou depois na Shanghai Automotive, em 2006. No ano passado transferiou-se para a Beijing Auto. Ele entende que pode ajudar a Saab a vender na China, onde foram comercializadas apenas 836 unidades da marca no ano passado. Em uma segunda etapa, veículos da Saab poderiam ser produzidos na China, país que mantém elevadas tarifas de importação.

A Beijing Auto tem joint ventures de produção e vendas com a Hyundai Motor e com a Daimler AG na China. Incluindo operações em joint ventures, a empresa pretende comercializar 1,13 milhão de veículos este ano na China e chegar a 2 milhões de unidades em 2011.

Um dos temas a serem refinados no acordo de venda da Saab é a utilização de tecnologia da General Motors pela Koenigsegg e agora pela Beijing.

Fontes: Wall Street Journal e Valor Econômico.

Fonte: Automotive Business