BMW encerra a produção da esportiva M5


por ALBERTO POLO JÚNIOR

Depois de pouco mais de cinco anos e 20 mil unidades, a BMW encerrou a produção da atual geração da M5, versão esportiva da Série 5. Vendida nas carrocerias sedã e perua Touring, entre os fãs também é tratada pelos códigos E60/E61, respectivamente. Das quatro gerações da M5, foi mais popular e a mais apimentada.

No sedã ou na perua Touring, o mesmo 5.0 V10 de 507 cv

No total, foram produzidas exatas 20.548 unidades do esportivo, das quais 19.523 sedãs e 1.025 peruas. O mercado que mais comprou foi o dos EUA, com 8.800 unidades, seguido por Alemanha e Reino Unido. Um fato curioso é a predileção dos alemães pela M5 Touring, que compraram 302 unidades da perua (ou 29,5% do total fabricado) e 1.647 do sedã (8,4%).

A nova M5 deve surgir como carro conceito em setembro, quando o Salão de Paris (França) abre suas portas. No lugar do atual motor 5.0 V10 (dez cilindros, em “V”) de 507 cv (cavalos), a BMW deve instalar um novo 4.4 V8 (oito cilindros, em “V”) com dois turbocompressores e cerca de 580 cv.

Fonte: Interpress Motor