BMW permanece líder do segmento premium no Brasil

Em 2014 marca teve mais de 15 mil
emplacamentos pela primeira vez no País

REDAÇÃO AB

O ano passado foi positivo para o
Grupo BMW no Brasil não só por causa da inauguração da fábrica nacional
da companhia, em Araquari SC. A fabricante conquistou também recorde de
vendas e ultrapassou pela primeira vez a marca dos 15 mil carros emplacados no
País. Houve expansão nos negócios de todas as marcas da companhia: BMW, Mini e
BMW Motorrad.

Segundo a montadora, o sucesso reflete o lançamento no Brasil de novidades
mundiais, com expansão do portfólio. Além disso, a empresa avalia que o momento
é bom para o segmento premium no País mesmo com as dificuldades no mercado de
forma geral. “Apesar da instabilidade econômica registrada no período,
terminamos o ano com recordes nas vendas de nossas marcas, contando com uma
rede de concessionários ainda mais abrangente nacionalmente”, enfatizou Arturo
Piñero, presidente e CEO do Grupo BMW no Brasil, em comunicado.

As vendas totais da empresa cresceram 7% ao longo do ano passado. Da marca BMW
foi destaque o Série 3, cuja produção nacional foi iniciada em setembro
passado, que respondeu por cerca de 50% do total entregue pela montadora no
Brasil. A família de produtos X também teve avanço importante, com 4,4 mil
unidades. Deste total, 2 mil emplacamentos foram do X1, que também já começou a
ser montado no Brasil.

Em seu quinto ano de atuação no Brasil a Mini negociou 2,4 mil carros, com
expansão de 26,5%. A marca aponta que a expressiva alta foi puxada por uma
série de lançamentos, como a nova geração do Mini hatch, que respondeu por 60%
do volume vendido no País. Outro carro que ganhou destaque foi o Mini
Countryman, que teve participação de 19% nas vendas da marca – e será produzido
na fábrica de Araquari até o fim deste ano.

A divisão de motocicletas BMW Motorrad alcançou nova marca histórica, com 7,8
mil unidades e expansão de 3% sobre o recorde anterior, registrado em 2013. Em
2014, 67% das vendas de duas rodas da companhia foram produtos fabricados no
Brasil, na planta de montagem em Manaus AM.

Parte importante dos negócios, cerca de 45%, foram financiados pela divisão BMW
Group Serviços Financeiros, que oferece crédito e seguros nas concessionárias.

Ao longo de 2014, a companhia trabalhou na expansão da rede, com salto de 39
para 47 casas da BMW. A marca Mini ganhou quatro novas revendas, completando 28
representantes. Já a BMW Motorrad chegou a 38 pontos, seis a mais do que em
2013.

 

 

Fonte: Automotive Business