Bons ventos sopram no parque eólico da Honda em Xangri-la

 Unidade produz energia suficiente para suprir 100% da demanda de SumaréREDAÇÃO ABA Honda comemora os resultados do primeiro ano após a inauguração de seu primeiro parque eólico no mundo, localizado em Xangri-lá RS, iniciativa pioneira na indústria automotiva nacional. Neste período, a unidade gerou mais de 60 mil MW, energia suficiente para atender 100% da demanda de energia elétrica de sua fábrica de automóveis em Sumaré SP que tem capacidade para produzir 120 mil veículos por ano. Neste primeiro ano de funcionamento da usina, a energia gerada pelo parque, que consumiu R$ 100 milhões de investimento, reduziu em quase 7,5 mil toneladas a emissão de CO2 ao meio ambiente, volume que representa 30% do total gerado pela fábrica de Sumaré.“Esse é nosso primeiro parque eólico no mundo tem sido um aprendizado diário. Os resultados do primeiro ciclo foram dentro do esperado, os equipamentos estão funcionando a todo vapor e estamos orgulhosos de ver os nossos automóveis serem produzidos a partir do uso de energia 100% limpa e renovável”, comenta Carlos Eigi, presidente da Honda Energy do Brasil. Em outubro, o parque eólico registrou seu melhor desempenho desde a inauguração: foram gerados 8.627 MW de energia limpa. O resultado além de atender toda a demanda de energia elétrica da fábrica paulista, que está operando em sua capacidade máxima, gerou energia excedente, que foi vendida para o mercado. A usina é formada por nove torres com capacidade individual de 3MW e um total de 27 pás de 55 metros e 15 toneladas cada. As torres medem 94 metros de altura, sendo que no ponto mais alto alcança 150 metros, considerado um dos maiores equipamentos de energia eólica do País. É o único do setor automotivo nacional como Certificado de Energia Renovável concedido pela ABEólica, Associação Brasileira de Energia Eólica, e pela Abragel, Associação Brasileira de Geração de Energia Limpa.
Fonte: Automotive Business