Brasil fica fora dos planos da McLaren


Carsale – A britânica McLaren tem um grande desafio pela frente: vender 4 mil automóveis por ano nos próximos anos. E para atingir esse objetivo, a montadora acaba de lançar um plano ambicioso que prevê 35 novos pontos de venda espalhados por 19 países. Desse total, 12 serão inaugurados na Europa, oito na América do Norte – leia-se Estados Unidos e Canadá -, e as 15 lojas restantes serão divididas entre Oriente Médio, África do Sul, Ásia e Oceania (Veja abaixo a relação completa). O México e as Américas Central e do Sul ficaram de fora, pelo menos por enquanto.

De acordo com a McLaren, a meta é abrir 23 novas revendas antes mesmo do lançamento do superesportivo MP4-12C, previsto para ocorrer em julho próximo. O novo cupê será mostrado oficialmente durante o tradicional Festival de Velocidade de Goodwood, na Inglaterra. A marca também fez questão de anunciar que pretende vender 1.000 unidades do modelo no ano que vem. Embora a meta seja de aumentar a presença da marca em diversos países, a McLaren ressaltou que seus carros continuarão sendo produzidos no Centro de Tecnologia da empresa (MTC) situado em Woking, distante 37 quilômetros de Londres.

Cidades em que a McLaren terá pontos de venda

Europa – Reino Unido (Birmingham, Londres e Manchester), Alemanha (Dusseldorf, Frankfurt, Hamburgo e Munique), Bélgica (Bruxelas), Principado de Mônaco, França (Paris), Itália (Milão), Espanha (Barcelona e Madri) e Suíça (Zurique)

América do Norte – Estados Unidos (Chicago, Dallas, Los Angeles, Orange County, Miami, Nova York, Filadélfia, São Francisco e Tampa) e Canadá (Toronto)

Oriente Médio / África do Sul – Bahrein (Manama), Catar (Doha), Arábia Saudita (Riad), Emirados Árabes (Dubai e Abu Dhabi), Kuwait (Kuwait), África do Sul (Joanesburgo)

Ásia / Pacífico – China (Hong Kong), Cingapura (Cingapura), Austrália (Sydney) e Japão (Tóquio)

Fonte: Carsale