Brasil garante biodiesel até o final do ano

O governo federal garantiu a contratação de 315 milhões de litros de biodiesel para atender o mercado projetado para o segundo semestre deste ano. Os lotes foram adquiridos pela Petrobras (93,85%) e Refinaria Alberto Pasqualini (6,15%) no 13º leilão da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, realizado dia 27 de fevereiro.

O combustível alternativo será entregue de abril a junho por 26 unidades produtoras. O preço de referência foi de R$ 2,36 por litro e o preço médio ponderado foi de R$ 2,15, o que representa deságio médio de 8,72%. As unidades do Rio Grande do Sul – Brasil Ecodiesel, Granol e Oleoplan – foram responsáveis pela venda de 106 milhões de litros, cerca de um terço do volume comercializado.

O volume comercializado no leilão destina-se a atender a resolução do Conselho Nacional de Política Energética que estabeleceu em 3% o percentual mínimo obrigatório de adição de biodiesel ao óleo diesel vendido ao consumidor final.

Em pouco mais de um ano da entrada em vigor da mistura obrigatória de biodiesel no diesel, o Brasil já se destaca como terceiro maior produtor e consumidor desse combustível alternativo no mundo.
Fonte: Automotive Business