Bugatti revela o Chiron, carro de produção mais potente, com 1.500 cv

 Sucessor do Veyron mantém motor W16 . Mmáxima é de 420 km/h e 0 a 100 km/h acontece em menos de 2,5 segundosPor Alessandro ReisApós muita expectativa dos fãs de supercarros, finalmente a Bugatti revelou detalhes técnicos e imagens do Chiron, cupê de dois lugares que chega para suceder o Veyron, lançado em 2005 com 1.000 cv.O novo esportivo mantém o motor W16 de colossais oito litros instalado na posição central-traseira, mas retrabalhado para ganhar um incremento de 50% na potência: de acordo com a fabricante francesa, o Chiron entrega 1.498 cv, número que o coloca no posto de carro de produção mais potente do planeta.O pico de potência acontece a 6.700 rpm, enquanto o torque de impressionantes 163 kgfm chega a apenas 2.000 rpm. Para controlar tanta força, o Bugatti traz câmbio robotizado de dupla embreagem e sete marchas. Para ampliar o desempenho, a montadora redimensionou os quatro turbos, que ficaram maiores para enviar mais ar e sob mais pressão aos 16 cilindros.Chiron será uma das principais atrações do Salão de GenebraAlém disso, todo o sistema de refrigeração das turbinas e do motor é novo. O sistema de escape é feito de titânio e conta ao todo com seis catalisadores. A velocidade máxima é de 420 km/h, número que cai para 380 km/h com a asa traseira ajustada para aumentar a pressão aerodinâmica e, assim, trazer mais estabilidade em velocidades elevadas.A aceleração de zero a 100 km/h, afirma a Bugatti, acontece em menos de 2,5 segundos. As dimensões do Chiron são bastante parecidas com as do Veyron e o novo modelo ficou 154 kg mais pesado, totalizando 1.996 kg secos, sem contar os fluídos necessários para rodar. Como seu antecessor, o Chiron traz chassi tubular de fibra de carbono, mesmo material utilizado na carroceria.A produção será limitada a 500 unidades, das quais 150 já estão encomendadas, afirma a Bugatti. O preço sugerido é de US$ 2,6 milhões aproximadamente R$ 10,4 milhões na conversão direta.A apresentação oficial do Chiron será no Salão de Genebra, na Suíça, que será realizado de 3 a 13 de março.
Fonte: Auto Estrada