Camex concede mais 158 ex-tarifários para bens de capital

 Entre os setores contemplados o maior beneficiado é o automotivoREDAÇÃO ABA Câmara de Comércio Exterior, Camex, vinculada ao MDIC, Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, reduziu o imposto de importação de 158 bens de capital sem produção nacional listados nas resoluções Camex nº 111 e Camex nº 112, aprovadas pelo Comitê Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior, o Gecex, e publicadas na quarta-feira, 25. A medida integrada ao regime de ex-tarifário contempla máquinas e equipamentos, cuja alíquota passa de 14% para 2% até 30 de junho de 2017, além de bens de informática e telecomunicações, com tarifas reduzidas de 8% e 18% para 2% durante o mesmo período. Segundo a Câmara, a redução das alíquotas diminuirá os custos de diferentes projetos industriais em curso cujos investimentos totalizam aproximadamente US$ 640,4 milhões. Entre os setores contemplados, o maior beneficiado é o automotivo: do total de investimentos previstos pela Camex, 40,65% provém da indústria automotiva. Os equipamentos que tiveram o imposto de importação reduzido também contemplam o setores de exploração de petróleo e sistemas de comunicação ótica, entre outros. A maior parte dos bens, 76,9%, será adquirida nos Estados Unidos, outros 9,03% na China, 4,24% na Suíça e 2,88% virão da Alemanha. Segundo a Camex, o regime de ex-tarifários possibilita o aumento da inovação por parte de empresas de diferentes segmentos da economia, com a introdução de novas tecnologias, além de produz um efeito multiplicador de emprego e renda sobre segmentos diferenciados.
Fonte: Automotive Business