Camex reduz imposto de importação de folhas de alumínio


Tarifa passará de 12% para 2% por seis meses
e beneficiará setor automotivo

REDAÇÃO AB

A primeira resolução da Câmara de
Comércio Exterior Camex de 2015 beneficia o setor automotivo: o órgão
vinculado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior
MDIC reduzirá de 12% para 2% o imposto de importação para folhas de
alumínio
com espessura de até 0,2 milímetro, com clad, que não é fabricado
no Brasil, evitando o desabastecimento. O material é utilizado para a produção
de tubos, aletas e outros componentes condensadores e radiadores de veículos,
além de compressores de ar-condicionado automotivo.

De acordo com a Resolução Camex nº1/2015, publicada no Diário Oficial da União,
a redução valerá a partir do próximo 31 de janeiro e se estenderá pelos
próximos seis meses, com cota limitada a 2.137 toneladas. A medida tem por base
a Resolução nº08/08 do Grupo Mercado Comum do Mercosul GMC sobre ações
pontuais no âmbito tarifário por razões de abastecimento.

A Secretaria de Comércio Exterior Secex, também do MDIC, editará uma norma
complementar para estabelecer os critérios da cota de importação com redução do
imposto.

Fonte: Automotive Business