Caminhões puxam vendas da Mercedes


Com a previsão de comercialização de mais de 44,3 mil caminhões somente no mercado interno em 2010, a Mercedes-Benz do Brasil, com fábricas em São Bernardo e Juiz de Fora (MG), deve alcançar um crescimento de 45% em relação ao ano passado.

Segundo Jürgen Ziegler, presidente da Mercedes-Benz do Brasil, o País deverá atingir mais de 160 mil unidades em 2010, mantendo sua posição de maior mercado para caminhões da marca no mundo. “Temos contribuído de forma importante para os resultados globais da Daimler Trucks”, afirma Ziegler.

A Mercedes-Benz chegará ao fim de 2010 com evolução nas vendas em todos os segmentos de caminhão, com destaque para o crescimento de 73% em relação ao ano passado entre os pesados, e com 43% nos semipesados.

Segundo o executivo da marca de origem alemã, os setores que puxaram as vendas de caminhões pesados neste ano, como agronegócios, mineração, construção civil e grandes obras de infraestrutura, deverão prosseguir em ritmo intenso em 2011.

Este também será o caso das atividades econômicas que demandam caminhões semipesados, como a maior distribuição de carga pelo setor atacadista, motivada por aumento no consumo do comércio varejista, e também o transporte de bebidas.

“A Mercedes-Benz do Brasil está preparada para acompanhar o ritmo ainda aquecido da economia, atendendo à elevada demanda dos clientes”, promete Ziegler. “Nesse sentido, aumentamos a capacidade de produção da fábrica de São Bernardo e estamos expandindo a produção de caminhões para a planta de Juiz de Fora, em Minas Gerais”.

Fonte: Diário do Grande ABC