Carros da Fórmula 1 vão ter cockpit coberto a partir de 2017

 Pilotos vão ter mais proteção para a cabeça a partir do ano que vem. Solução deve ser cobertura parcial do capacetePor Alessandro ReisA FIA Federação Internacional de Automobilismo anunciou hoje que, a partir de 2017, os carros da Fórmula 1 vão ser equipados com um sistema de reforço à proteção à cabeça dos pilotos, antiga reivindicação dos esportistas da categoria – sobretudo após a recente morte do francês Jules Bianchi em julho do ano passado, nove meses após bater sua Marussia no Grande Prêmio do Japão.A forma como essa proteção vai acontecer ainda não foi definida, mas o sistema Halo é uma das soluções mais cotadas. Apresentado pela Mercedes-Benz, o equipamento consiste em um arco posicionado sobre o capacete, projetado das laterais até a extremidade do cockpit, onde fica apoiado sobre uma barra em frente ao volante.Em 2017, principal categoria do automobilismo terá carros mais rápidosEssa estrutura, que não prevê a instalação de para-brisa e é parcialmente aberta, seria facilmente removível para a rápida saída do piloto em caso de acidente. Outras alternativas serão avaliadas pela principal entidade mundial do esporte a motor.Além disso, a FIA vai promover no ano que vem alterações no regulamento com o objetivo de tornar os monopostos mais rápidos. As mudanças serão essencialmente aerodinâmicas, trazendo asa traseira mais baixa e larga e pneus igualmente mais largos, de forma a aumentar a aderência e a velocidade dos carros, que, em contrapartida, ficarão mais pesados: o peso mínimo subirá de 702 kg para 722 kg.
Fonte: Auto Estrada