Carros de luxo sentem menos o efeito da crise

Os carros mais caros são os menos afetados pela crise até agora. Marcas como Honda, Toyota e Citroën, que focam produtos mais elaborados e têm um portfólio menor, já até registram crescimento de vendas em dezembro, enquanto o mercado geral caiu em torno de 4,4% até sexta-feira passada. Dados de mercado apontam que nos 12 primeiros dias de dezembro foram emplacados 80.135 carros e comerciais leves contra 83.838 do mesmo período de novembro, uma queda de 4,4%. O dado positivo é que a média diária, que caiu a 7,4 mil carros, voltou para 8 mil/dia no período. Nos melhores momentos do mercado, em meados do ano, a média diária chegou a 12 mil carros – 1/3 a mais que os verificados nos dias atuais (Gazeta Mercantil, 16 de dezembro).

Fonte: Automotive Business