Chefe de finanças da GM, Ray Young, vai deixar a empresa

Ray Young - foto de divulgação
Ex-presidente da GM brasileira, Young está de saída

O ex-presidente da General Motors do Brasil, Ray Young, deve deixar a empresa em breve, segundo notícias veiculadas pelo jornal Detroit News. Young ocupa hoje uma das posições-chaves da empresa, como CFO (Chieff Financial Officer), encarregado de toda a área finaceira.
Young assumiu o atual cargo há cerca de um ano e meio, retornando a Detroit após um período no Brasil. Ele assumiu o lugar de Fritz Henderson, que havia sido promovido a presidente do grupo.

A notícia sobre a provável demissão de Young transpirou durante a realização de um encontro do conselho diretor da GM, em que se esperava que a notícia mais importante fosse a decisão sobre o destino da Opel, subsidiária alemã do grupo.

O Detroit News afirma que a GM teria contratado uma empresa de recrutamento de executivos para encontrar um substituto para Young.

Nascido no Canadá, com ascendência chinesa, Ray Young trabalhou em várias áreas da GM desde 1988, ocupando cargos na Europa e no Japão, retornando a Detroit antes de ser nomeado presidente da filial brasileira. Até o momento, as razões de sua saída da empresa não foram reveladas.

JM

Fonte: Auto Estrada