China fecha 2010 como maior mercado do mundo; Brasil é o 4º


Carsale – A China fechou 2010 como líder absoluta do mercado automotivo mundial, com crescimento de 35,1% em relação ao volume de veículos comercializados em 2009, e somando mais de 13 milhões de unidades vendidas. As informações são do balanço mundial de 2010, realizado pela consultoria JATO Dynamics do Brasil. É importante reforçar que os números do mercado chinês incluem apenas veículos de passeio, enquanto que os resultados dos outros países englobam ainda comerciais leves. O segundo maior mercado continua sendo os Estados Unidos, que apresentaram elevação de 11,2%, seguido do Japão que também superou os resultados de 2009 e obteve crescimento de 7,5%. Já o Brasil, conseguiu manter a quarta colocação, conquistada em agosto do ano passado. As vendas de veículos no País cresceram 10,5%, ante 2009.

A Alemanha, na quinta posição, e Itália, na nona, foram os dois únicos países, entre os dez que aparecem no ranking, a apresentar retração. A queda nos volumes de veículos comercializados, em ambos os mercados, foi de 21,9% e 8,4%, respectivamente. O mercado francês encerrou o período como o sexto maior e obteve tímida evolução de 1%. O destaque foi para a Índia, que apresentou a maior evolução entre todas as nações: 34,2%, fechando no sétimo lugar. Grã Bretanha e Rússia ocupam a oitava e a décima posições, nessa ordem, e encerraram o período, com evolução de 3,3% e 30,3%, respectivamente.

Ranking de marcas

Na classificação por marcas, a Toyota levou a medalha de ouro, com 5.496.346 unidades comercializadas, o que garantiu um resultado 7,2% superior ao de 2009. A Volkswagen acumulou 4.407.062 veículos no ano passado e obteve 10,9% de alta, resultado próximo ao da Ford que somou 4.320.792 veículos e elevação de 10,8%. Na seqüência, estão a Chevrolet, com alta de 22,2% (3.592.600 veículos), a Honda, com 4,5% (3.152.197 unidades), a Nissan, com 17,8% (3.088.298 exemplares), e a Hyundai, com 12,4% (2.931.325 modelos). A única fabricante, entre as das dez marcas, a registrar desempenho negativo foi a Fiat, que vendeu durante o ano passado 1.853.282 veículos e obteve queda de 5,2%.

A Renault ficou na nona colocação, somando 1.668.615 unidades e crescimento de 12,7%. E a máxima popular ‘os últimos serão os primeiros’ coube perfeitamente para a Kia, que em 2010 ficou na última posição do ranking, mas teve o melhor desempenho. A sul-coreana elevou as vendas em 22,8% e comercializou 1.593.602 veículos. De acordo com a JATO Dynamics, a pesquisa considerou números de vendas dos seguintes países: África do Sul, Alemanha, Argentina, Austrália, Bélgica, Brasil, Canadá, China, Coreia do Sul, França, Espanha, EUA, Grã Bretanha, Holanda, Índia, Itália, Japão, Malásia, México, Rússia, Tailândia e Turquia

Enquanto isso, na América do Sul

Analisando somente o desempenho dos países da América do Sul, o Brasil consolidou-se como o maior mercado, à frente de outras nove nações. De janeiro a dezembro de 2010, foram comercializados no País 3.328.254 veículos – 10,5% de crescimento em relação a 2009. Para se ter uma ideia do quanto este volume é superior ao dos demais países, a Argentina, que ocupa a segunda posição no ranking, somou durante o ano 598.759 unidades – alta de 21,6% ante 2009. Já a Bolívia registrou a maior elevação, com 28,8% de avanço (7.038 veículos). Entre os países que apresentaram retração nas vendas, o Peru obteve a maior queda: 27,3%, passando de 79.076 veículos para 57.477 unidades.

Fonte: Carsale