China torna-se o maior mercado de automóveis do mundo


EFE – 9/1/2010 – 07h39

PEQUIM – Em 2009 foram vendidos na China 13,5 milhões de automóveis, um aumento de 44% em relação a 2008, o que transformou o país asiático no maior mercado mundial de veículos, superando pela primeira vez os Estados Unidos, destacou neste sábado, 9, o diário oficial China Daily.
O mercado chinês de automóveis foi um dos beneficiados do plano de estímulo de Pequim para fomentar a demanda interna e compensar assim a queda das exportações, com subsídios à compra de carros menos poluentes e ajudas a camponeses para adquirir veículos.

O auge na China coincidiu com a má situação do mercado americano, onde foram vendidos 10,43 milhões de automóveis em 2009, 21% menos que em 2008 e o número mais baixo em 27 anos.

Os números, no entanto, foram calculados e comparados pelo Centro de Pesquisa Automotiva dos EUA, e terá que esperar sua confirmação por parte da Associação Chinesa de Fabricantes de Automóveis.

O forte crescimento no mercado chinês também se explica por um esfriamento em 2008, quando as vendas só cresceram 6,7% em relação ao ano anterior, enquanto em anos anteriores os aumentos tinham sido de entre 13 e 25%.

O governo chinês confirmou em dezembro que continuará as políticas de estímulo ao consumo no setor automobilístico em 2010, por isso espera-se que a liderança na indústria mundial continue. O mercado chinês do automóvel, por outro lado, segue tendo um imenso potencial de crescimento, já que o país tem só 35 veículos por 1.000 pessoas, enquanto nos Estados Unidos esse número chega a 800.

Fonte: Diário do Comércio