Chrysler estuda alternativas se acordo falhar

De acordo com a agência de notícias EFE, a Chrysler estuda alternativas caso as autoridades americanas rejeitem seu acordo de aliança com a italiana Fiat.

Em entrevista ao jornal Detroit News o vice-presidente da empresa, Jim Press, afirmou que a terceira maior fabricante americana de automóveis continua conversando com outras empresas para alcançar possíveis alianças industriais.

O acordo estabelecido entre Chrysler e a Fiat para uma aliança global estratégica requer a aprovação do Departamento do Tesouro americano, pois o governo federal emprestou US$ 4 bilhões à Chrysler para assegurar o funcionamento de suas operações nos próximos meses.

Press disse ainda que a Chrysler precisa que as autoridades federais emprestem outros US$ 3 bilhões até 31 de março.
Fonte: Automotive Business