Citroën cresce acima do mercado em 2010


por ALBERTO POLO JÚNIOR

A Citroën comemora a marca de 30.748 veículos emplacados no Brasil nos primeiros cinco meses do ano. O número é 25,11% superior às 24.576 unidades vendidas no mesmo período de 2009. Com isso, a marca francesa superou a taxa de crescimento do mercado automobilístico brasileiro em geral, que foi de 12,93%.

O Aircross é a aposta para chegar perto das 100.000 unidades

Em maio, foram 5.969 os Citroën que ganharam as ruas. Este total supera em 16,38% o total registrado no mesmo mês do último ano, quando 5.129 unidades foram vendidas. Com 2,53% de participação, a marca francesa ocupa, pelo segundo mês consecutivo, o nono lugar no ranking de fabricantes.

Segundo Domingos Boragina Neto, diretor comercial da Citroën, os bons resultados de vendas são derivados da soma de fatores positivos, como as menores taxas de juros, as facilidades de crédito e a estratégia de produto da marca, que oferece, cada vez mais, modelos atraentes e completos. “Além disso, nossa rede de concessionárias, em expansão contínua, tem apresentado grande agressividade comercial. E isso tem gerado bons resultados”, comemora o executivo.

O Citroën mais vendido foi o C3, com 3.144 emplacamentos, crescimento de 27,18% em relação a maio de 2009. No ano, são 15.348 unidades, 25,77% a mais em relação ao mesmo período do último ano. Até o fim do ano, a Citroën espera chegar perto das 100.000 unidades, ou quase 3% do mercado. Para isso, aposta no Aircross, modelo com visual aventureiro que será lançado no segundo semestre.

Fonte: Interpress Motor