City chegou para manter volume de vendas da Honda


O diretor vice-presidente da Honda do Brasil, Issao Mizoguchi, afirmou durante visita de jornalistas à fábrica da montadora em Sumaré, SP, que já era esperado o sedan compacto City dividir espaço no mercado com o também modelo da marca Civic.

“O Civic já está há anos no mercado. Ele teve um comportamento fulminante no começo e é difícil manter esse nível por um período longo, ainda mais nesse segmento que tem uma competição acirrada. O City entrou para ajudar no todo”, afirmou Mizoguchi.

O diretor da montadora afirmou, ainda, que a Honda está preparada para voltar a brigar pela liderança de vendas nos sedans médios, com o próprio Civic. Em janeiro, de acordo com dados da Fenabrave – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, o Civic ficou em segundo lugar em vendas, atrás do Corolla, da Toyota.

“Vamos voltar a disputar com o Civic LXL, em que foi inserido uma série de equipamentos. Com isso esperamos voltar a brigar melhor por esse segmento”, afirmou o executivo.

Novos modelos

Mizogushi desmentiu a possibilidade da Honda trazer ao Brasil um modelo compacto da marca. “Compacto exige volume e isso não é prioridade da Honda. Não estamos em busca de market share. Queremos qualidade de negócios”, afirmou o vice-presidente da montadora.

Sobre a chegada de novos modelos ao País, o executivo afirmou que ainda não há definido nenhum novo veículo. “Ideias de novos modelos nós temos todos os dias, mas não há hoje nenhum futuro modelo para o Brasil”, salientou.

Argentina

Mizogushi afirmou que ainda não está definida a data em que começarão as operações da Honda na Argentina. Segundo ele, o início da produção ainda não é necessário para o atendimento da demando do mercado.

O executivo explicou que a planta argentina, com capacidade anual para 15 mil unidades, não sustenta um modelo completamente novo, mas apenas um complemento. “Não definimos que modelo poderá ir para lá. Isso dependerá do mix de vendas no Brasil”, afirmou.

Fonte: Automotive Business