Cofundador do Google aposta em empresa secreta de carros voadores

São Paulo – Larry Page, cofundador do Google, realmente acredita nos carros voadores. Após ser pressionada pela reportagem do site americano The Verge, a empresa canadense Opener saiu das sombras e admitiu que Page é um dos seus principais investidores.

O principal veículo da empresa é chamado BlackFly, que pode decolar e pousar verticalmente e é movido a eletricidade. Ele acomoda apenas uma pessoa e a Opener o promove como um aparelho para um “novo mundo de transporte tridimensional”.

Em outras palavras, a ideia é substituir os helicópteros com um meio de transporte que seja mais seguro e use energia renovável–e faça menos barulho.

Page não fala publicamente sobre seus investimentos em projetos de veículos voadores. Ainda assim, essa é a terceira vez que ele coloca seu dinheiro em uma empresa desse ramo.

Ele já financiou a Cora, que planeja um serviço de táxi aéreo em um veículo que acomoda duas pessoas, e o Flyer, que tem uma espécie de jet-ski high-tech: seus carros voadores são feitos para voar especificamente sobre a água. As suas empresas pertencem à mesma companhia, chamada Kitty Hawk.

A briga pelo desenvolvimento de veículos voadores já começou. Uber, Page, Airbus e a chinesa eHang já apresentaram suas iniciativas para esse segmento futurístico, que ainda não se sabe exatamente quando irá virar efetivamente realidade para os consumidores–especialmente no Brasil.

Veja o vídeo de divulgação do BackFly, da Opener, a seguir.

 

Veja também