Com prejuízo recorde, AIG receberá mais US$ 30 bilhões do Tesouro dos EUA

Seguradora teve prejuízo de US$ 61,7 bilhões no 4º trimestre de 2008.
AIG já recebeu US$ 150 bilhões em ajuda federal desde setembro.

Do G1, com informações da France Presse

O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos anunciou nesta segunda-feira (2) novas medidas de apoio para a seguradora AIG, que passa por grandes dificuldades financeiras, incluindo a concessão de até US$ 30 bilhões a mais em ajuda, em troca de ações preferenciais do grupo.

Pouco depois do anúncio do novo auxílio bilionário, a AIG revelou que registrou um prejuízo líquido recorde de US$ 61,7 bilhões no quarto trimestre de 2008, o que eleva a US$ 100 bilhões as perdas em todo o ano passado.

O anúncio da ajuda oficial havia sido antecipado pelo mercado nos últimos dias, diante da fragilidade da situação financeira da AIG desde a primeira intervenção do Tesouro, em setembro do ano passado, e frente ao risco potencial de falência para a antiga líder mundial do setor de seguros.

“Em vista do risco sistemático que a AIG continua demonstrando e da fragilidade dos mercados atualmente, o custo potencial para a economia e para o contribuinte de uma inação do governo seria extremamente elevada”, destacou o Tesouro em um comunicado.

A AIG, que já havia recebido US$ 150 bilhões em ajuda federal desde setembro em troca de uma tutela das autoridades americanas, oferece seus serviços de seguros a mais de 100 mil entidades, como empresas, municípios, instituições financeiras e fundos de pensão em 130 países.

Resultados

O prejuízo do quarto trimestre da empresa foi maior que o previsto pelos analistas, que apostavam em US$ 60 bilhões, um recorde de perdas para uma empresa americana.

A AIG explica em um comunicado ter sofrido “a brutal deterioração dos mercados de crédito e de fornecimento para a reestruturação em curso das atividades”.

Com a exclusão dos elementos excepcionais – desvalorizações de ativos, perdas brutas de certos produtos financeiros, incluindo os vinculados a prejuízos hipotecários comerciais -, o grupo acusa um prejuízo de US$ 37,9 bilhões, o que representa US$ 14,17 por ação.

Em todo ano de 2008, a AIG totaliza US$99,3 bilhões de prejuízo líquido, o que reflete a queda da empresa no segundo semestre.

Fonte: G1 Globo Online