Crescimento de nove por cento nas vendas em maio deixa chineses preocupados

 As vendas de veículos de passageiros na China aumentaram nove por cento no mês de maio, comparadas às de um ano atrás. O resultado foi considerado preocupante por alguns analistas, que o atribuíram a uma queda na confiança dos consumidores devido à redução no crescimento da economia.

Nos dois meses anteriores, as vendas registraram crescimento de 13 por cento em abril, e 13,3 por cento em março.

As vendas de automóveis e utilitários leves chegou a 1,4 milhão de unidades em maio. O total de veículos comercializados na China no mês, incluindo caminhões e ônibus, foi de aproximadamente 1,8 milhões. A expectativa de vendas para o primeiro semestre, dependendo das avaliações, é estimada entre 10 e 11 milhões de veículos.

Quem cresceu quanto – O segmento dos utilitários esportivos, que é o que mais se expande na China, cresceu quase 41 por cento em maio, atingindo 227.900 unidades vendidas. A procura por vans e outros modelos multiuso dobrou, chegando a 84.600 carros e os sedãs evoluíram cinco por cento, registrando 940 mil entregas a consumidores.

O sedã mais vendido no mês passado foi o Volkswagen Lavida, enquanto entre os SUVs o destaque ficou com o Haval, da Great Wall Motor. As vendas da Honda aumentaram 4,6 por cento e as da Nissan, dois por cento. A GM cresceu 9,4 por cento, puxada pelos modelos da marca Buick, enquanto a Ford deu um salto de 45 por cento.

Jorge Meditsch

Fonte: Auto Estrada