Crescimento do Brasil faz MAN elevar produção de caminhões no RJ


Empresa afirma que vai contratar mais 700 funcionários.
Produção anual aumentará de 50 mil para 72 mil veículos.

Da Reuters

A fabricante alemã de caminhões MAN planeja aumentar a capacidade de produção no Brasil em quase 50% e lançar um terceiro turno na fábrica de Resende (RJ). Assim, a companhia acompanha os movimentos da rival Daimler Trucks.

A produção aumentará para 72 mil veículos contra 50 mil no ano passado e 700 novos funcionários devem ser contratados, disse a MAN em declaração nesta quarta-feira (20).

“O Brasil deixou a crise econômica para trás e continuará a crescer este ano. Estamos confiantes de que outros países na América Latina também terão crescimento mais adiante”, disse o presidente da MAN para América Latina, Antônio Roberto Cortes.

No ano passado, os negócios de Cortes controlavam cerca de 31% do mercado brasileiro para caminhões com mais de 5 toneladas, superando os concorrentes por sete anos seguidos.

Empresas como a Daimler e a MAN procuram aproveitar a onda gerada pela maior necessidade de infraestrutura à medida em que o Brasil se prepara para sediar a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

Em setembro, a Daimler anunciou que aumentará sua equipe em 800 pessoas em São Bernardo do Campo (SP), sua maior fábrica de caminhões pesados fora da Alemanha.

A MAN adquiriu a unidade brasileira de caminhões pesados da Volkswagen. Os primeiros caminhões das marcas próprias da MAN TGX e TGS devem ser produzidos na unidade brasileira até o fim do ano.

Cerca de 400 mil veículos foram produzidos em Resende desde 1996, dos quais aproximadamente 60 mil foram da linha Constellation, da Volkswagen.

Fonte: G1 Globo Online