Após 32 anos, Peugeot 405 expande produção na Ásia

Após 32 anos, Peugeot 405 expande produção na Ásia

Ele seria um rival do Volkswagen Santana GLS e do Chevrolet Monza Classic, caso tivesse sido vendido no mercado brasileiro. Era de 1987 e esta dupla nacional tinha o de melhor no segmento de sedãs médios por aqui. No entanto, lá fora, havia um competidor para seus equivalentes da VW e Opel, o Peugeot 405.

Este sedã médio, hoje me dia, deveria ser encontrado apenas em lojas de clássicos ou multimarcas que carros bem usadões. No entanto, o Peugeot 405, o mesmo lançado em 1987, continua firme e forte, em produção! O modelo é feito ainda pela Iran Khodro, um parceira da marca francesa no Irã.

Após 32 anos, Peugeot 405 expande produção na Ásia

Após 32 anos, o Peugeot 405 não só mantém um ritmo regular de fabricação no país do Oriente Médio, como agora passa a ser produzido também no Azerbaijão, através da submarca Khazar, que mantém a bandeira do leão. Ela faz parte da Azermash Open Joint-Stock Company, que tem como um dos sócios, o fabricante iraniano.

Com fábrica em Neftchala, a Khazar tem capacidade para produzir 10.000 carros por ano. O Peugeot 405 do Azerbaijão chega ao mercado local com preço equivalente a US$ 17.500 ou R$ 67.375. Um preço bem salgado para um carro com mais de 30 anos. Para entusiastas, a vantagem é que ele é um clássico zero km.

Após 32 anos, Peugeot 405 expande produção na Ásia

Para a produção do Peugeot 405, a Azermash investiu US$ 15 milhões e já pensa em exportar o longevo sedã da marca francesa. As especificações deste carro de três décadas não foram reveladas, mas se ele é exatamente uma versão local do modelo iraniano, então deve ser oferecido com motor 1.6 de 105 cavalos e 14,5 kgfm ou 1.8 com 100 cavalos e 15,6 kgfm.

Com 4,40 m de comprimento, 1,69 m de largura, 1,41 m de altura e 2,67 m de entre eixos, o Peugeot 405 tem 470 litros no porta-malas. No Irã, as três versões são manuais de cinco marchas, tendo inclusive uma movida por GNV. Para quem teve vontade de conhecer o carro, ele foi vendido aqui nos anos 90 e ainda pode ser encontrado no mercado de usados. Você conhece alguém que teve?

[Fonte: Azertag]

© Noticias Automotivas. A notícia Após 32 anos, Peugeot 405 expande produção na Ásia é um conteúdo original do site Notícias Automotivas.