Daimler abre mão de sua parte na Chrysler

Grupo alemão também perdoa empréstimo de US$ 1,5 bilhão

Thiago Vinholes

A Chrysler não faz mais parte do grupo Daimler AG, conforme anunciado pelo conglomerado alemão na última segunda-feira (27). A empresa cedeu de volta seus 19,9% de ações da fabricante adquiridas em 1998 em troca da desistência de ações judiciais bilionários movidas por parte da montadora norte-americana em crise, que apontavam irregularidades na época da aquisição da participação da Daimler na Chrysler. A Daimler também perdoou o empréstimo de US$ 1,5 bilhão (R$ 3,3 bilhões) concedido à montadora no ano passado.

Além da cessão das ações e o perdão da dívida bilionária, a Daimler também pagará US$ 600 milhões (R$ 1,32 bilhão) entre 2009 e 2011 do fundo de pensão dos funcionários da Chrysler. Segundo o grupo alemão, o acordo com a fabricante norte-americana representará uma perda de US$ 700 milhões (R$ 1,54 bilhão) nas finanças da empresa para o segundo semestre.

Detentor de direitos totais ou parciais de Mercedes-Benz, smart, Maybach, entre outros negócios do ramo automotivo, o grupo Daimler prevê que no segundo semestre de 2009 terá um prejuízo de US$ 1,86 milhão (R$ 4 milhões), segundo informações da agência Automotive News.

Fonte: Terra Carro Online