Diferença de preço traz carro argentino ao Brasil


Matéria publicada pelo jornal Valor mostra que a produção de automóveis na Argentina cresceu 68%, mas um consumidor espera de 30 a 60 dias para receber um veículo novo adquirido nas concessionárias.

A explicação está na preferência pela exportação ao Brasil. Enquanto um Celta básico no país com motor 1.4 é vendido por R$ 18.726 (câmbio de 5 de março), nas concessionárias brasileiras um equivalente com propulsor de um litro custa R$ 22 mil a R$ 23 mil.

O ex-secretário de Indústria da Argentina Dante Sica disse ao jornal que as montadoras dão preferência ao atendimento do mercado brasileiro porque ‘lucram mais’. De cada 100 carros que saem hoje das linhas de produção argentinas, 54 são exportados para o maior sócio do Mercosul.

Do lado contrário, explicou Sica, e as indústrias instaladas no Brasil vendem seus carros preferencialmente no mercado interno e veem as exportações à Argentina como um negócio complementar, mas certamente menos lucrativo.

Fonte: Automotive Business