Do McDonald’s para o motor dos caminhões


A idéia é boa: transformar o óleo que o McDonald’s usa na fritura de batatas e empanados para produzir biodiesel. O combustível será utilizado em caminhões Volkswagen da Martin-Browner, operadora logística que abastece a rede McDonald’s no Brasil.

A MWM International fará a adequação do sistema de injeção dos caminhões. Dois propulsores já estão rodando com a porcentagem B20 e um com o combustível metropolitano B5.

Os testes iniciados em junho de 2009 são liderados pela Martin-Brower, fornecedora exclusiva da rede de restaurantes, e pela Arcos Dourados, que opera a marca McDonald’s na América Latina.

Logística

Em um processo de logística reversa, os caminhões da Martin-Brower vão recolher o óleo de cozinha utilizado nos restaurantes do McDonald’s, quando for entregar os produtos. O óleo será levado à sede da Martin Brower, em Osasco, SP, armazenado e enviado para uma usina, onde será transformado em biodiesel. Para fechar o ciclo, o combustível gerado abastece os caminhões que fazem as entregas seguintes, recolhendo dos restaurantes mais óleo de fritura.

Fonte: Automotive Business