Do Salão para as ruas

A grande maioria das marcas está mostrando algum produto que já está chegando às concessionárias

Alzira Rodrigues e Anderson Cavalcante – 2/11/2008 – 21h46

SÃO PAULO – Muitos dos modelos em exposição no Anhembi, incluindo nacionais e importados, estão para chegar às concessionárias brasileiras neste final de ano ou início do próximo.

A Citroën aproveitou a abertura do Salão para divulgar a venda no Brasil, a partir de março, do C4 hatch flex (foto), que virá da Argentina com preço na faixa de R$ 55 mil. A montadora espera vender entre 1.000 e 1.200 unidades/mês.

A também francesa Peugeot informa que nos próximos dias estará nas ruas o 207 Passion, com motor flex, ar-condicionado e direção hidráulica, com preço a partir de R$ 40.990. A marca também expõe o 207 Escapade, um modelo com maior altura em relação ao solo e exclusivo para o mercado brasileiro e que apesar de ainda não ter preços definidos aparecerá já nos próximos meses no mercado para substituir o 206 Escapade que estava sendo comercializado para encerrar o estoque.

Do Brasil para o Brasil

Na Mercedes-Benz uma das principais atrações é o CLC 200 Kompressor, modelo que até agora vinha sendo produzido no Brasil, em Juiz de Fora (MG), apenas para exportação. Ele começa a ser vendido localmente neste final de ano, por R$ 230 mil. A empresa também apresenta o utilitário esportivo GLK 280, com motor V6 (R$ 225 mil), e o SL 63 AMG IWC, uma série especial limitada a 200 unidades em todo o mundo. Uma já está encomendada por um brasileiro que vai pagar US$ 390 mil por ela.

Outra notícia importante divulgada durante o Salão foi a da vinda do compacto Smart Fortwo para o Brasil. O pequeno carrinho da Mercedes-Benz, com lugar para apenas duas pessoas, chega no primeiro trimestre de 2009, custando de R$ 55 mil a R$ 60 mil. Ele terá duas versões: cupê e conversível. A empresa espera vender entre 3 mil a 4 mil unidades já no próximo ano.

No final do primeiro trimestre chega ao mercado o Nissan Livina, com motores 1.6 e 1.8, o primeiro automóvel da marca japonesa a ser produzido no Brasil. O Grand Livina, também destaque no Salão, só virá no final do primeiro semestre. Os preços serão revelados apenas por ocasião do lançamento ao público.

A Porsche mostra o Cayenne Turbo S, com motor de 550 cv e preço na faixa de R$ 695 mil. Também chegando ao mercado, em exposição no estande da Toyota, a nova linha Hilux e o utilitário SW4, com preços a partir de R$ 74,9 mil.

No estande da sueca Volvo está “estacionado o recém chegado utilitário XC60 com motor 3.0 V6 de 285 cv de potência e câmbio automático, o modelo custa a partir de R$ 138.500.

A coreana SsangYong, sorrindo à toa por estar conseguindo, segundo seus executivos, um crescimento de 1.000% sobre as vendas de 2007 – que foi de 265 unidades -, está aproveitando para lançar o SUV Actyon 2.3 a gasolina de 150 cv e a picape Actyon Sports com motor 2.0 de 141 cavalos a diesel.

Também está sendo apresentado no Anhembi o sedan Impreza, da japonesa Subaru. O modelo, que custa a partir de R$ 64.900, oferece quatro opções de motorização: 1.5 com 115 cv de potência, 2.0 com 160 cv, WRX com 230 cv e STI com 310 cavalos.

A Volkswagen garante a presença em suas concessionárias, este mês, do conversível Eos, mas apesar da proximidade do início de suas vendas a empresa não confirma o preço. Extra-oficialmente, fala-se em algo próximo a R$ 170 mil.

Enquanto isso a Honda mostra ao público o New Fit, mas ao contrário do que havia prometido quando da apresentação do veículo à imprensa há algumas semanas, não definiu ou preferiu não divulgar os preços do veículo.

Nova versão

Além da recentemente apresentada linha do renovado Focus e do novo crossover Edge, a Ford também está lançando neste Salão a versão do EcoSport com motorização 2.0 flex.

A marca Troller, adquirida pela Ford, já conseguiu apresentar um estande de maior destaque e mostrou o seu único veículo, o T4, remodelado e mais moderno. O jipe teve farói
Fonte: Diário do Comércio