Esgotado, M100 só terá novo lote em setembro, diz Effa

Effa M100
por LUÍS PEREZ

Quer ser o feliz proprietário de um carro chinês 1.0, que chegou ao mercado para ser um dos mais baratos do segmento dos “populares”? Pois vai ter de esperar pelo menos até setembro. A Effa informa que todo o lote de 220 unidades do modelo M100 que vieram para o Brasil até maio já acabou. Entre setembro e dezembro, devem desembarcar mais 1.200 unidades.

A alta demanda neste ano surpreendeu os importadores, que comercializaram durante todo o ano passado apenas 350 unidades. Segundo a assessoria da marca, os modelos que chegarão no próximo lote terão importantes aperfeiçoamentos em termos de qualidade, pois serão feitos na fábrica da Changhe, que pertence à Suzuki.

O grupo Effa iniciou suas operações no mercado nacional em maio de 2008, importando o automóvel M100 e uma linha de utilitários. As vendas da marca foram de 581 veículos em 2008. Desde então, a empresa já investiu cerca de US$ 25 milhões no Brasil e na fábrica uruguaia dos veículos Lifan, inaugurada em abril. O M100 foi vendido até maio por R$ 23.480, incluindo de série itens como vidros dianteiros elétricos, travamento central das portas, ar-condicionado e farol de neblina.

Fonte: Interpress Motor