EUA: carros usados roubam mercado dos novos

Cerca de 511 mil carros usados, vendidos nos últimos três meses nos Estados Unidos, foram adquiridos por consumidores que, normalmente, teriam comprado carros zero-quilômetro. Os dados foram divulgados pelo site especializado em mercado edmunds.com.
Uma projeção feita tomando os números levantados como base estima que, no ano, o número de veículos usados adquiridos na condição de “concorrentes” dos novos poderá chegar a mais de dois milhões, o equivalente a 15% das vendas de carros recém-saídos das fábricas, ou a produção de mais de duas fábricas de grande porte.

Além de muitos compradores tentarem diminuir seus gastos para enfrentar a crise financeira, parte da tendência pode ser atribuída às próprias concessionárias, que lutam para aumentar sua lucratividade. Muitos vendedores têm sido instruídos a oferecer carros usados como opção aos clientes, porque eles proporcionam uma margem de lucro maior do que a dos veículos novos.

De acordo com a pesquisa, a venda de carros seminovos por concessionárias aumentou sua participação no total de veículos comercializados de 11% para 16%. A redução nos preços da gasolina nos EUA, que caíram de cerca de US$ 4,00 para menos de US$ 2,00 por galão, levou muitos consumidores a aproveitar a oferta de picapes e utilitários de grande porte, que durante muitos meses não encontravam compradores, apesar dos baixos preços.

JM

Fonte: Auto Estrada