FCA revela em Viena motor GSE “MultiAir II” turbinado com até 180 cavalos

Alfa-Romeo-Giulia-1024x681 FCA revela em Viena motor GSE "MultiAir II" turbinado com até 180 cavalos

Quando a Fiat lançou a nova família de motores GSE no Brasil, que foi batizada de Firefly (foto abaixo), ficamos sabendo que haveria versões turbinadas e mais potentes no futuro. De fato, não era a primeira vez que o fabricante italiano prometia algo assim, visto que no site da própria FPT (Fiat Powertrain Technologies), o criticado E.torQ estava apto a ganhar uma versão turbinada, como era no passado o Tritec 1.6 de 160 cavalos que era feito pela Chrysler (ainda sem a Fiat) e BMW.

Aqui, com foco na busca por torque em baixas rotações, a FCA aplicou o velho conhecido cabeçote de duas válvulas por cilindro, que proporciona esse efeito, mas a engenharia comentou que as versões turbinadas seriam equipadas com cabeçotes de quatro válvulas por cilindro. Obviamente, a injeção direta de combustível faria parte do pacote para alcançar números bem superiores aos 77 cavalos do 1.0 de três cilindros e 109 cavalos do 1.3 com quatro pistões.

Alfa-Romeo-Giulia-1024x681 FCA revela em Viena motor GSE "MultiAir II" turbinado com até 180 cavalos

Como o nome diz, a família Global Small Engine foi apresentada no Simpósio Motor de Viena, Áustria, nas esperadas versões turbinadas e injetadas como se deve. Identificados como T3 e T4, respectivamente 1.0 e 1.3, os novos motores GSE terão a designação “MultiAir II”, que proporciona comandos variáveis de válvulas no cabeçote. Diferente dos N3 e N4 (usados aqui pela Fiat), os motores orientados para maior desempenho e eficiência energética terão sistema de injeção direta com 200 bar de pressão e coletor de escape integrado ao cabeçote. Os comandos são acionados por corrente ao invés de correia e o virabrequim tem rolamentos de menor atrito e maior suavidade.

Alfa-Romeo-Giulia-1024x681 FCA revela em Viena motor GSE "MultiAir II" turbinado com até 180 cavalos

Confeccionados em alumínio, a dupla GSE “MultiAir II” pesa 91 kg na versão 1.0 e 110 kg no 1.3 litro. O peso reduzido ajuda na obtenção de melhores resultados em consumo e emissão. Mas e a cavalaria? No caso do GSE T3, o propulsor de três pistões terá 120 cavalos e 19,3 kgfm, enquanto o T4 alcança 180 cavalos e 27,5 kgfm. Embora não reveladas, as rotações de torque máximo devem ser baixas e a curva muito plana. O gerenciamento eletrônico das válvulas permitirá adicionar os ciclos Atkinson e Miller, além de sistema híbridos, especialmente o de 48 volts.

O turbocompressor é do tipo monoscroll inicialmente e os GSE T3 e T4 podem ser abastecidos com gasolina ou gás natural, mas é evidente que a tecnologia flex se fará presente quando foram utilizados no Brasil. Chama atenção o fato da engenharia da FCA não ter considerado o denvolvimento do T3, mas vantagens termodinâmicas sobre o T4 garantiram o projeto, mesmo com ambos compartilhamento diâmetro (70 mm) x curso (86,5 mm), bem como taxa de compressão de 10,5:1.

Alfa-Romeo-Giulia-1024x681 FCA revela em Viena motor GSE "MultiAir II" turbinado com até 180 cavalos

“Global”

Lá na Europa fala-se no uso do GSE T4 no Alfa Romeo Giulia. Mas também é certo que o mesmo irá equipar boa parte da gama global da Fiat Chrysler e a lista de candidatos não é pequena. No velho continente, além do sedã de tração traseira, o GSE MultiAir II deve seguir para o Alfa Romeo Stelvio e os sucessores de Giulietta e MiTo atuais. Na Fiat, o modelo 500 e derivados devem se beneficiar do 1.3, especialmente quando este for modificado pela Abarth. Um Panda 1.0 Turbo MultiAir II pode ser outra realidade, mas não com 120 cavalos, já que a FCA deverá ajustar potências diferentes nos dois motores para atender vários segmentos.

O Jeep Renegade deve ficar bem mais eficiente com o GSE turbinado, mas é pouco provável seu lançamento nos EUA, exceto se a FCA tiver de baixar emissões, o que não parece viável no momento com a administração Trump. Mas, logicamente o pequeno 500 e seus irmãos devem levar o MultiAir II para a “América”. E por aqui? A nova dupla sentencia o E.torQ ao desaparecimento, pois versões mais fracas do 1.3 turbinado deve preencher a lacuna entre 130 e 160 cavalos, onde a concorrência colocará rivais no mercado.

Alfa-Romeo-Giulia-1024x681 FCA revela em Viena motor GSE "MultiAir II" turbinado com até 180 cavalos

O 1.0 Turbo MultiAir II com 120 cavalos ou pouco menos, faria um bem enorme ao Uno, assim como aos Argo e Cronos diante dos rivais da VW. Imagina a briga entre 1.0 turbinados? Outro ponto é a Fiat Toro com o 1.3 de 140 ou 150 cavalos, assim como uma versão de 180 cavalos para eliminar o gastão Tigershark 2.4. Até o Jeep Compass Flex pode trocar o 2.0 pelo 1.3 Turbo com cavalaria semelhante ou maior. Na China, a FCA deve empregar essa nova linha em toda a gama, incluindo o Cherokee.

 

© Noticias Automotivas. A notícia FCA revela em Viena motor GSE “MultiAir II” turbinado com até 180 cavalos é um conteúdo original do site Notícias Automotivas.