Fiat tem ´plano B´ em caso de fracasso da aliança com Chrysler

Da AFP

A montadora italiana Fiat tem um “plano b” em caso de fracasso da parceria com o grupo americano Chrysler, anunciou nesta quinta-feira o presidente do Conselho de Administração, Luca Cordero di Montezemolo.

A aliança com a Chrysler “tem 50% de chances de se realizar. Vamos ver se dá, caso contrário temos um plano b”, declarou o presidente, em uma conversa com a imprensa italiana sem divulgar os detalhes.

Em entrevista publicada nesta quarta-feira no Canadá, o administrador delegado de Fiat, Sergio Marchionne, pressionou os sindicatos da Chrysler nos Estados Unidos e Canadá para que cheguem a um acordo e deixou aberta a possibilidade de se retirar.

O homem que encaminhou a Fiat pode ser nomeado diretor-geral da casa americana se a aliança se concretizar.

A administração americana deu prazo até final de abril à Chrysler para assinar um acordo definitivo com a Fiat.

Os dois construtores assinaram um acordo preliminar em janeiro que permite à Fiat entrar no capital do gigante americano, à beira da quebra, com uma participação de 35%.

O grupo italiano oferece apenas tecnologia para que a Chrysler possa produzir veículos de pequeno e médio porte e não desembolsará dinheiro por sua participação.

Fonte: Diário do Grande ABC