Fiat Toro será vendida como RAM na Colômbia

    Picape é uma Toro com logotipos diferentesRam

    Na falta de uma nova geração da Dakota, a RAM se vira com o que tem. Durante o Salão de Bogotá, a FCA anunciou que venderá a Fiat Toro na Colômbia. Mas será com outro nome: RAM 1000.

    Não é a primeira vez que a RAM faz isso. A Fiat Strada é vendida como no México como RAM 700, enquanto a Fiorino se chama RAM ProMaster Rapid por lá. Em alguns mercados da Ásia ainda existe a RAM 1200, que nada mais é do que uma Mitsubishi L200 com outros logotipos.

    Novo nome aparece estampado nas portas dianteirasRam

    Essa estratégia também vale para a RAM 1000. Em vez dos logotipos da Fiat, tem o carneiro da RAM na grade, tampa da caçamba e no volante. Marca e modelo foram colocados nas portas dianteiras.

    Versão Laramie tem motor 1.8 a gasolinaRam

    A divisão local da FCA não divulgou maiores detalhes da picape, que é fabricada em Goiana (PE) junto com as versões Fiat.

    O que se sabe é que a versão Laramie, das fotos, tem motor 1.8 16V E.torQ a gasolina de 130 cv e câmbio automático de seis marchas. A imprensa colombina ainda fala em uma futura versão com motor 2.4 de 184 cv, que já existe no Brasil.

    Interior é idêntico ao das versões mais básicas da ToroRam

    Picape maior a caminho

    A FCA está trabalhando no desenvolvimento de uma picape média inédita, do porte de Chevrolet S10Toyota Hilux e Volkswagen Amarok. Ela receberia a marca RAM e tem lançamento previsto para 2022. 

    Esta nova picape média é conhecida internamente como Metric Ton, em alusão à capacidade de carga de 1 tonelada e chegará importada ao Brasil. Ficará posicionada, tanto em preço quanto em porte, entre a Toro e a RAM 1500.