Financiamentos de novos recuam 41% em janeiro

 Vendas a prazo de usados também caem, mas em menor proporção, aponta CetipREDAÇÃO ABOs financiamentos de veículos novos recuaram 41% em janeiro na comparação com mesmo mês do ano passado ao atingir 90,2 mil unidades, entre leves e pesados e sem contar motocicletas. Há um ano, este volume era de 151,9 mil, de acordo com dados divulgados na terça-feira, 16, pela Cetip, empresa que opera o Sistema Nacional de Gravames SNG, base de informações que reúne cadastros das restrições financeiras de veículos como garantia de crédito. No caso de usados a queda foi menor, de 18% na mesma base de comparação, passando de 263,8 mil para 216,4 mil unidades, também incluindo leves e pesados. Por segmento, o de leves registrou baixa de 41,6% no comparativo anual ao encerrar o mês com 85,6 mil unidades financiadas. Sobre dezembro, houve queda de 32,2%. Nos usados, com volume de 207,5 mil, as retrações também foram menores, de 18,1% e 15,7% sobre janeiro e dezembro de 2015, respectivamente. No total, somando novos e usados, as vendas financiadas de automóveis encerrou janeiro com 293,1 mil unidades, volume 26,7% menor do que janeiro do ano passado e 21,3% abaixo de dezembro. De acordo com a Cetip, a melhor performance dos veículos leves usados com relação aos novos foi impulsionada pelas vendas financiadas dos modelos de 9 a 12 anos de uso. Em janeiro, foram negociadas 28,4 mil dessas unidades, uma queda de 6,4% na comparação com o mesmo período de 2015, mas o menor porcentual de baixa entre as demais faixas etárias. Os financiamentos dos automóveis com até 3 anos de uso caíram 23,2% na comparação anual. Nos pesados, que considera caminhões e ônibus, também houve queda generalizada em janeiro: com apenas 4,6 mil modelos vendidos a prazo, a retração foi de 13,4% contra igual mês do ano passado e de 41,4% sobre dezembro. O volume de 8,9 mil usados financiados no mês passado representou baixa de 15,2% no comparativo anual e de 22,4% no mensal. Novos e usados chegaram a 13,6 mil unidades, 14,6% a menos do que janeiro de 2015 e 30,1% abaixo do total de dezembro. Os financiamentos de motocicletas novas diminuíram 26,7% em janeiro quando comparado com idêntico mês de 2015 ao fechar com 52,1 mil unidades. Já as usadas com apenas 7,5 mil unidades ficaram 18,1% abaixo do volume registrado no primeiro mês do ano passado. O CDC ainda é a modalidade preferida dos consumidores que compraram veículos a prazo, representando 81,3% do total de financiamentos realizados em janeiro deste ano. O consórcio vem ganhando força e encerrou o mês com 15,8% de participação, à frente do leasing, com apenas 1,2%.
Fonte: Automotive Business