Ford anuncia lucro de US$ 997 milhões no 3º trimestre

Sede da Ford em Michigan
02/11 – 11:42 – EFE

WASHINGTON – A montadora Ford obteve um lucro líquido de US$ 997 milhões no terceiro trimestre do ano, em contraste com a perda de US$ 161 milhões do mesmo período de 2008, anunciou a companhia nesta segunda-feira.

A Ford apontou que, embora sua receita tenha se reduzido em US$ 800 milhões em relação ao período de janeiro a setembro de 2008, a empresa foi capaz de reduzir seus custos estruturais em US$ 1 bilhão, o que facilitou sua rentabilidade.

No total, a empresa faturou no terceiro trimestre do ano US$ 30,9 bilhões, em comparação com os US$ 31,7 bilhões do mesmo período de 2008. Até o mês de setembro, a companhia arrecadou US$ 82,9 bilhões, frente aos US$ 109,1 bilhões registrados no mesmo intervalo de 2008.

Nos nove primeiros meses de 2009, a Ford anunciou um lucro de US$ 1,831 bilhão, o que significa uma mudança radical em relação às perdas de US$ 9,788 bilhões registradas durante o mesmo período de 2008.

A fabricante de automóveis destacou que suas operações na América do Norte foram rentáveis pela primeira vez desde o primeiro trimestre de 2005, ao registrar um lucro de US$ 357 milhões antes do desconto dos impostos.

Também antes de descontadas as taxas, o lucro operacional da companhia foi de US$ 1,107 bilhão, em comparação com a perda de de US$ 2,78 bilhões registrada há um ano. Foi o primeiro resultado positivo operacional desde os três primeiros meses de 2008.

Após estes resultados, a Ford disse que espera ter uma “sólida rentabilidade em 2011”, com um fluxo de caixa de suas operações positivo.

“Os resultados do terceiro trimestre claramente mostram que a Ford está realizando um tremendo progresso, apesar da prolongada contração da economia mundial”, afirmou através de um comunicado o presidente e executivo-chefe da empresa, Alan Mulally.

A Ford também anunciou que terminou o terceiro trimestre com uma reserva de US$ 23,8 bilhões, US$ 2,8 bilhões a mais que após o segundo trimestre de 2009, mas US$ 4,9 bilhões a menos que no mesmo período de 2008.

Fonte: IG Economia-EFE