Ford apresenta o motor 1.6 Sigma flex, que equipará o Focus


da Redação

A Ford apresenta oficialmente nesta quarta (2) o novo motor Sigma, uma plataforma global que a montadora vai produzir no Brasil, ampliando a gama de motores disponíveis na região. Produzido com bloco, cabeçote e cárter de alumínio, o Sigma é o mais moderno de sua categoria e se destaca pelo baixo peso, alta performance, baixo consumo e nível de emissões. Sua versão 1.6 flex equipará o novo Focus.

“Com o novo motor Sigma, introduzimos no Brasil um padrão de tecnologia e competitividade global que se traduz em benefício para o consumidor dentro de uma equação de custo favorável”, afirma Enio Gomes, engenheiro chefe de motores da Ford. O novo motor é um exemplo de tecnologia global desenvolvida para aplicação local.

Lançado recentemente na Europa, o motor Sigma teve sua versão flex desenvolvida no Brasil. Ele agrega a flexibilidade das 16 válvulas com duplo comando a uma curva de torque alta e plana desde as baixas rotações – a faixa mais utilizada na rodagem urbana. O novo motor gera uma potência de 115 cv (cavalos) a 5.750 rpm com etanol e 110 cv a 6.250 rpm com gasolina.

“É um projeto moderno, com processos de manufatura de última geração que garantem arrefecimento homogêneo, estabilidade dimensional, menor necessidade de usinagem e controle de qualidade apurado. É muito eficiente e também oferece flexibilidade para futuros desenvolvimentos”, diz Gomes.

Para a produção da família Sigma, a Ford realizou um investimento de R$ 600 milhões na fábrica de motores de Taubaté (SP). O novo motor Sigma estará em produção no início do próximo ano e deverá compor a linha junto com a família Zetec RoCam, que foi lançada em 1999 e hoje equipa 80% dos veículos Ford no Brasil, com mais de 2 milhões de unidades vendidas.

Fonte: Interpress Motor