Ford apresenta o novo B-Max no Salão de Genebra

                                             A Ford foi uma das primeiras montadoras a apresentar novidades no Salão de Genebra, na Suíça, que abre as portas para a imprensa especializada nesta terça-feira (6). O presidente e CEO da Ford Motor Company, Alan Mulally, posou aoo lado do novo B-Max, a principal aposta da marca no mercado europeu para este ano — o carro começa a ser vendido na região no final do ano.

A minivan se destaca por ter um sistema de porta única. Ele traz mais facilidade de acesso ao interior do carro. A solução da montadora foi tirar as colunas centrais do carro e reforçar as portas para criar 1,5 m de espaço em cada lado de uma forma segura para os ocupantes.

Outro destaque é o motor novo motor 1.0 de três cilindros, que usa tecnologia EcoBoost, e está equipado com o sistema start-stop. O propulsor tem turbocompressor e injeção direta de combustível, para reduzir o consumo de combustível e emissões de CO2. Segundo a Ford, esse motor é ajustado para substituir os convencionais de quatro cilindros. A tecnologia foi apresentada no Salão de Frankfurt, no ano passado.

Mas há ainda outras duas opções de motores a gasolina: 1.4 Duratec de 90 cavalos e 1.6 Duratec de 105 cv, equipado com transmissão automática de seis velocidades. O Ford B-Max será a menor oferta na gama europeia da Ford de minivans, que inclui o C-Max, Grand C-Max, S-Max e Galaxy.

Criação da porta

A Ford queria um prático diferencial para a sua minivan e conseguiu a maior abertura de porta da categoria, já que o Opel Meriva oferece 0,7 m a menos com sua porta articulada. “Nos propusemos o desafio de re-imaginar o carro pequeno”, disse o diretor de design da Ford Europa, Stefan Lamm. “As pessoas estão lutando com os desafios espaciais de dirigir na cidade e nós queremos encontrar uma nova solução para elas”, acrescentou.

Ao desenvolver o conceito, uma equipe passou vários dias observando motoristas em rotinas diárias para entender exatamente o que os clientes realmente queriam em um carro compacto.

Engenheiros da Ford, em seguida, assumiram o desafio de produzir um veículo seguro e prático que atendesse a essas necessidades. Aços especiais de alta resistência foram usados na lateral do veículo para garantir proteção cinco vezes maior do que o aço convencional. Isso possibilitou a criar uma estrutura extremamente forte, sem adicionar peso extra.

O processo envolveu testes intensos e análise em cada etapa. Mais de 1 mil simulações de computador detalhadas foram realizadas ao longo de três anos para otimizar o desempenho de colisão lateral impacto. De acordo com a Ford, cada simulação levou 24 horas e usou um computador com poder equivalente de oito PCs mais potentes do mercado. Estas simulações foram, então, testadas no mundo real através de outros 50 acidentes de impacto colaterais.

O interior B-MAX foi elaborado para tirar o máximo proveito do novo sistema de portas. Os assentos traseiros e o assento do passageiro podem ser dobrados para criar uma grande plataforma de carga, conveniente para acomodar desde bicicletas a objetos planos. A minivan terá capacidade para abrigar cinco passageiros.

“O conceito de porta significa que você pode carregar itens realmente grandes, com mais de 2,3 metros de comprimento, através das portas laterais”, afirma Ernst Reim, Designer Chefe de Interiores da Ford Europa. “Isso torna mais ‘realista’ uma visita a uma loja de móveis ou mesmo um dia na praia com sua prancha.”

Fonte: Do G1, em São Paulo