Ford condenada a pagar indenização de US$ 2 bilhões a concessionárias americanas

                                             A Ford terá que pagar uma indenização de aproximadamente US$ 2 bilhões (aproximadamente R$ 3,3 bilhões) a centenas de suas concessionárias nos Estados Unidos, por ter cobrado preços excessivos por veículos comerciais durante 11 anos.
A fabricante foi condenada por um tribunal do estado de Ohio, como resultado de uma ação coletiva movida pelas revendedoras em 2002. Segundo a sentença, a Ford violou um acordo firmado com os concessionários.

A indenização é devida a mais de três mil revendas, abrangendo as vendas de cerca de 474 mil veículos. O valor pago em excesso é de US$ 781 milhões e os juros acumulados no período chegam a U$ 1,2 bilhões.

A Ford informou que irá apelar da decisão, afirmando que o tribunal cometeu erros legais significativos. Para a empresa, os concessionários não tiveram prejuízos comercializando os veículos em questão.

JM

Fonte: Auto Estrada