Ford cria banco que alerta enfarte

                                             Ainda como protótipo, tecnologia conta com seis eletrodos no assento para monitorar o coração

Ícaro Bedani – foto: divulgação

A Ford divulgou um estudo de um novo banco de motorista, capaz de monitorar o comportamento cardíaco de quem está ao volante. Focados na segurança do motorista e da população ao redor do veículo, o novo assento pode detectar um ataque cardíaco em meio ao trânsito ou algum outro problema cardiovascular. Graças aos seis eletrodos espalhados pelo banco, que funcionam como eletrocardiógrafos, o motorista tem a freqüência, pressão e batimentos cardíacos totalmente monitorados. O próximo passo agora é saber como compartilhar estas informações com os sistemas de interação dos carros, como o MyFord Touch.

O desenvolvimento da Ford começou após uma pesquisa que revelou que, até 2025, 23% da população europeia terá, no mínimo, 65 anos, podendo passar para 30% em 2050. Essa faixa etária estaria mais propensa à problemas cardíacos. Hoje, o protótipo ostenta uma marca de 98% de leituras precisas, em 95% dos condutores utilizados nos testes. A Ford não divulgou quando esta tecnologia será lançada nos carros vendidos na Europa. Desde 2009, o setor de desenvolvimento da Ford, na Alemanha, está focado neste projeto.

Fonte: Carro Online