Ford EcoSport sem estepe será lançado em fevereiro em versão Titanium 1.5

Sem estepe, Ford subiu a placa traseira do EcoSport para a tampa do porta-malasQuatro Rodas

Apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro do ano passado, o Ford EcoSport nacional desprovido de estepe já tem prazo para ser lançado: será na segunda quinzena de fevereiro.

QUATRO RODAS consultou fontes ligadas à fabricante, que confirmaram o cronograma. Apresentação comercial será no fim do próximo mês, com chegada efetiva às concessionárias ocorrendo até o começo de março.

Frente do EcoSport Titanium 1.5 sem estepe é a mesma das demais versõesFord

Não é apenas que a nova configuração do EcoSport perdeu o controverso estepe exposto, pendurado à tampa do porta-malas. Ela não possui qualquer tipo de pneu sobressalente.

Em seu lugar os engenheiros aplicaram pneus tipo run flat, capazes de rodar por um trecho de aproximadamente 80 km após sofrer um dano sem comprometer (muito) a estabilidade e a integridade do veículo.

A retirada do estepe deu o EcoSport quase 27 cm mais curtoFord

Há também, sob a forração do assoalho do bagageiro, um kit de reparo emergencial que ajuda a prolongar a vida útil dos pneus até que o motorista encontre um borracheiro ou uma concessionária para reparo definitivo.

Foi a solução que a Ford encontrou para não comprometer ainda mais o já acanhado volume de 362 litros no compartimento de bagagens.

Internamente o EcoSport Titanium 1.5 também não mudaFord

Por enquanto o EcoSport sem estepe chega em apenas uma versão, Titanium 1.5 automática, dotada do motor TiVCT três cilindros flex de 1,5 litro, capaz de render até 137 cv e 16,2 mkgf com etanol no tanque. Câmbio é sempre de seis marchas com conversor de torque.

Tal versão substituirá o atual EcoSport Titanium 2.0 com estepe. Com isso, o propulsor Duratec quatro cilindros de 2 litros e 176 cv, também bicombustível, ficará restrito à configuração aventureira Storm, dotada de tração integral.

Preço, atualmente em R$ 100.590 para o Eco 2.0 Titanium, deve baixar devido à troca do motorização, mas não espere algo muito abaixo da casa dos seis dígitos.

Lista de equipamentos seguirá igual: seis airbags, alertas de ponto cego e tráfego cruzado à traseira, partida do motor por botão, bancos em couro, rodas de liga leve aro 17 e teto solar, entre outros.