Ford tem laboratório para estudar efeito do sol no interior dos carros


A Ford desenvolveu um laboratório especial para estudar o efeito visual da luz solar no interior de seus carros ao longo do dia. O Visual Performance Evaluation Lab permite que engenheiros e designers da empresa avaliem o visual interno dos veículos que desenvolvem em diversas condições de iluminação, do raiar ao por do sol, além de sob diferentes condições de nebulosidade.
A avaliação prévia permite constatar, por exemplo, que certos tipos de materiais de cor preta parecem ser cinzentos quando o sol é mais forte. Ao mesmo tempo, instrumentos no painel, claramente visíveis à noite, podem ser difíceis de visualizar durante o dia, dependendo da hora, devido a reflexos provocados por componentes interiores dos automóveis.

O VPEL consiste de um ambiente em forma de cúpula, onde os carros são iluminados por conjuntos de lâmpadas fixadas em um braço móvel curvo, com quatro lâmpadas de 1.500 watts que podem ser posicionadas livremente ao redor dos veículos estudados. A movimentação permite simular todas as posições do sol e sua elevação ao longo do dia.

Um conjunto adicional de lâmpadas no teto da câmara produz luz mais difusa, simulando as condições reais encontradas ao ar livre. Além de mudar a posição dos conjuntos luminosos, os técnicos podem ajustar sua intensidade para se aproximar de condições como neblina, chuva ou nebulosidade.

Também é possível estudar como o interior do carro reage à iluminação das ruas durante a noite ou no interior artificialmente iluminado dos showrooms das concessionárias.

Antes de contarem com o laboratório, os projetistas da Ford analisavam o interior de seus carros ao ar livre, processo muito mais demorado. As instalações permitem, também, o estudo do interior em protótipos que ainda não estão em condições de rodar, antecipando bastante o seu desenvolvimento.

JM

Fonte: Auto Estrada