França anuncia ajuda de até US$ 7,7 bi para setor automotivo

da France Presse
da Folha Online

O primeiro-ministro da França, François Fillon, anunciou nesta terça-feira uma ajuda estatal de cinco a seis bilhões de euros (US$ 6,4 bilhões a US$ 7,7 bilhões) para o setor automobilístico, afetado pela crise econômica.

“Nosso esforço a favor das montadoras será maciço. Do que estamos falando? De quantias da ordem de 5 bilhões a 6 bilhões de euros”, afirmou Fillon. No entanto, o primeiro-ministro advertiu que não acontecerá um esforço estatal sem um compromisso das montadoras.

“Não se trata do Estado ajudar uma empresa que decida fechar um ou vários locais de produção na França”, disse.

“Esperamos em troca que os compromissos sejam exemplares, tanto sobre os volumes de produção na França como em termos de relações a respeito da cadeia de terceirizados”, acrescentou.

Ontem, o secretário de Estado para a Indústria, Luc Chatel, já havia anunciado a possibilidade do aumento da presença do governo francês no capital de certos grupos do setor automobilístico. “As necessidades dos construtores não são sempre de verba em si, mas de nosso apoio financeiro, o aumento no capital pode, em certos casos, ser moeda de câmbio”, afirmou em uma entrevista ao jornal francês “Le Figaro”.

O setor automobilístico e as empresas correlacionadas empregam na França cerca de 2,5 milhões de pessoas. O Estado possui 15% do capital de Renault, mas não está presente no do grupo PSA.

Desde meados do ano passado, ambos os grupos anunciaram milhares de demissões, na França e na Europa, e diversas medidas de desemprego parcial.

Fonte: Folha Online